«ó subalimentados do sonho»



«... Sou uma impudência a mesa posta
de um verso onde o possa escrever
Ăł subalimentados do sonho !
a poesia é para comer. »


Natália Correia, A Defesa do poeta3(click),

Desenho,
S/ Papel de Arroz

©Alexª 06
Enviar um comentário